Ed René Kivitz volta a sugerir que a Bíblia não é inerrante
20/05/2021 13:50 em Mundo Cristão

Pastor da Igreja Batista de Água Branca compartilhou comentário no Twitter.

 

Ed René Kivitz, que lidera a Igreja Batista de Água Branca, voltou a se posicionar contra a doutrina da inerrância da Bíblia, sugerindo que apenas “fundamentalistas insistem que a Bíblia é inerrante nas legislações que contém”.

O escritor usou o Twitter para compartilhar o comentário, marcando um usuário chamado Paulo Brabo e onde sugere que as Boas Novas (Atos 13:32) não teriam relação com a autoridade divina da Bíblia, no contexto que ele propõe, mas apenas com a autoridade de Cristo.

Jesus e a autoridade das Escrituras

Porém, o que Ed René Kivitz não leva em conta em seu comentário, é que o próprio Jesus Cristo, apresentado na Bíblia como Verbo (João 1:14), deu autoridade às Escrituras, afirmando que contém a verdade (João 10:35).

 

Jesus também afirmou que não veio abolir a Lei ou os Profetas, mas que veio para cumprir às Escrituras (Mateus 5:17). Ele afirmou também que “enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra” (Mateus 5:18).

Atualizar a Bíblia

Em outubro do ano passado, durante pregação online, Kivitz afirmou que a Bíblia precisa ser atualizada para e que a Igreja deveria “olhar a Bíblia como um livro insuficiente”.

A fala gerou muitas críticas, levando líderes evangélicos a se manifestarem refutando a fala do escritor. Pastores também responderam se a Bíblia precisaria mesmo de uma atualização.

 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!