MPF denuncia Ana Paula Valadão por “discurso de ódio” por fala sobre gays
03/05/2021 18:50 em Mundo Cristão

O Ministério Público Federal denunciou na última sexta-feira (30) a cantora e pastor Ana Paula Valadão por “discurso de ódio” contra homossexuais e pessoas com vírus HIV por sua opinião bíblica em relação a prática homossexual.

A denúncia tem como base uma transmissão do congresso “Na Terra Como no Céu”, pela Rede Super de Televisão, que aconteceu em 2016, quando a cantora disse ao público que homossexualidade é pecado e relacionou a prática à Aids.

“Isso não é normal. Deus criou o homem e a mulher. E é assim que nós cremos. Qualquer outra opção sexual é uma escolha do livre arbítrio do ser humano. E qualquer escolha leva a consequências”, disse a cantora.

“A Bíblia chama qualquer escolha contrária ao que Deus determinou como ideal, como Ele nos criou para ser, de pecado. E o pecado tem uma consequência, que é a morte. Inclusive, tudo o que é distorcido traz consequência naturalmente”, continuou.

 

“Nem é Deus trazendo uma praga ou um juízo não. Taí a Aids para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte, contamina as mulheres. Enfim, não é ideal de Deus. Sabe qual é o sexo segura, que não transmite doença nenhuma? O sexo seguro se chama aliança do casamento”, esclareceu. “Deus é perfeito em tudo o que faz”.

O Ministério Público, considerou que a cantora extrapolou seu direito a liberdade religiosa.

“Responsabilizar ‘os homens que fazem sexo com homens’ pelo surgimento e propagação da Aids reforça o tom hostil e preconceituoso da fala, desrespeitando direitos fundamentais decorrentes da dignidade da pessoa humana dessa coletividade. A soma de todos esses elementos evidencia a inegável ocorrência de discurso de ódio”, dizem os procuradores.

 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!