Encontro histórico: Coreias prometem assinar acordo de paz ainda em 2018
27/04/2018 09:08 em Mundo Cristão

O presidente norte-americano, o primeiro-ministro japonês, e também o porta-voz do líder russo saudaram o encontro histórico mantido nesta sexta, 27 de Abril de 2018, entre os dirigentes da Coreia do Norte e da Coreia do Sul na zona demilitarizada na fronteira que divide os dois Estados.

 

O encontro teve lugar na aldeia de Panmunjom, em território sul-coreano, na Zona desmilitarizada que divide a península.

Kim Jong-un, líder norte-coreano, foi o primeiro dirigente a atravessar a pé a fronteira entre os dois países desde a respectiva divisão, sem que até ao momento existisse qualquer acordo de paz, mas apenas um armistício que nem fora assinado pelo líder sul-coreano em 1953.

Ambos os países confirmaram o seu compromisso em desnuclearizar a península e em promover um regime de paz permanente entre Seul, Pyongyang, mas também Washington e Pequim.

O presidente sul-coreano Moon Jae-in aceitou deslocar-se a Pyongyang no Outono.

Ambos os regimes comprometeram-se em procurar resolver problemas pendentes da divisão, como as famílias separadas.

Os dois dirigentes comprometeram-se de forma solene em que não voltaria a haver guerra na península coreana.

Ambos os países comprometeram-se também em prol do desarmamento por etapas e em participar conjuntamente em acontecimentos desportivos, como os Jogos asiáticos de 2018.

Durante este encontro ambos os dirigentes passearam juntos dos dois lados da fronteira, facto absolutamente inédito após décadas de tensão e de propaganda difundida por alti-falantes por ambos os regimes

fonte rfi português 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!