Ex-muçulmano tem encontro com Deus e agora planta igreja
28/12/2018 16:12 em Mundo Cristão

Ali Roohi deixou uma carreira de engenheiro para se tornar missionário

 

Vindo de uma família de iranianos que imigrou para os EUA, Ali Roohi cresceu seguindo o Islã. Tudo mudou aos 23 anos, quando Deus apareceu para ele em um sonho e disse: “Siga-me”. Mesmo sem entender, ele decidiu abandonar a religião de seus pais e, cerca de um ano depois, entregou sua vida a Jesus.

Em pouco tempo estava fazendo viagens missionárias ao Oriente Médio. Estudou teologia e tornou-se pastor auxiliar da Igreja Cristã Iraniana em Sunnyvale, Califórnia, em 2011. Paralelamente, tinha uma carreira de sucesso no Vale do Silício.

Formado em ciência da computação, ele desenvolvia software para uma empresa de dispositivos médicos em Los Angeles. Veio então a decisão de seguir o seu chamado.

Quando Roohi disse a seus amigos que planejava largar seu trabalho de boa remuneração para fundar plantar igreja, eles lhe disseram: “As pessoas no Vale do Silício não querem Deus”.

Eles não estavam errados. Segundo uma pesquisa do Barna Group, aquela é uma das regiões menos religiosas do país. Mesmo assim, Roohi seguiu em frente. Ele conta que via a igreja como uma startup tentando oferecer um produto para suprir a demanda do mercado.

No ano passado ele iniciou a CenterSet Church que se propõe a ser “uma igreja para pessoas que não gostam de igreja”. Ela tem louvor e mensagens bíblicas, mas o pastor diz que imprimiu uma “perspectiva diferente’.

Como engenheiro de formação, Roohi acreditava que precisava de dados. Ele reuniu um pequeno grupo de apoiadores e alugou um estande no Festival de Artes e Vinhos, um evento anual que atrai quase 60.000 participantes. No local, colocaram uma lousa com a frase: “Eu iria à igreja se … ”

As pessoas que passavam por ali podiam completar a frase. Entre as colocações mais comuns estavam: “se o serviço não fosse tão chato”, “se tivesse boa música” e “se não tivesse mensagens de julgamento”.

Decidido a oferecer isso, começou a reunir-se com interessados no salão de um hotel da cidade. Aos poucos o lugar foi enchendo e a igreja surgiu. “O humor ajuda-nos a alcançar as pessoas”, explica Roohi, que prega sermões que classifica como “relevantes”.

 

“Acreditamos que quando você vê Jesus como ele realmente é, descobre que Ele é irresistível. É o tesouro escondido do cristianismo. Desde o início, procuramos criar uma igreja que tanto cristãos quanto não-cristãos gostariam de participar. Não apresentamos nenhuma tradição, nem ficamos de papo-furado. Falamos apenas de Jesus”, garante o pastor.

Fonte Gospel Prime

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!