Justiça da Russia julgará dinamarquês preso acusado de extremismo por ser Testemunha de Jeová
04/04/2018 08:57 em Mundo Cristão

Dennis Christensen foi preso um mês depois da Rússia banir a religião Testemunha de Jeová de seu país

A Justiça russa vai julgar o dinamarquês Dennis Christensen, preso em maio do ano passado acusado de “organização extremista” por fazer reuniões de Testemunha de Jeová em sua casa.

 Se for condenado o homem de 46 anos poderá ficar até 10 anos na prisão. Na Rússia, a Testemunha de Jeová é uma religião que “ameaça os direitos dos cidadãos, a ordem social e a segurança pública”, tanto que desde abril do ano passado a crença está banida do país.

Christensen é o primeiro acusado após essa decisão, ele foi pego em sua própria casa antes da reunião começar. Com ele, as autoridades apreenderam uma Bíblia e vários livros de conteúdo religioso, laptos e discos rígidos.

O julgamento aconteceria nesta terça-feira (3), mas o conselho municipal e Orjol resolveu adiar o julgamento para a próxima semana. “Eu preciso de tempo para rever imagens de vídeo, gravações de som, fotografias, livros e penns”, disse o acusado.

 

Essa não é a primeira vez que o processo é adiado, em fevereiro deste ano o caso foi adiado por duas vezes.

 

fonte jmnoticia

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!